O risco de mudar vale a pena?

O risco de mudar vale a pena?

O risco de mudar vale a pena?

O risco de mudar vale a pena? Na semana passada, em um post publicado pela nossa sócia Fernanda Marques, discutimos a eficácia de sistemas de Gestão por Performance a partir do exemplo da HubSpot, nos Estados Unidos.

Recebemos algumas perguntas e comentários de que essa não seria a nossa realidade aqui no Brasil por conta de todas as dificuldades envolvidas na definição de modelos e, principalmente, na adoção de modelos de Gestão por Performance e suas implicações em remuneração dada a legislação local.

Não queremos entrar nos méritos legais da questão, mas o infochart abaixo apresenta o tamanho da oportunidade a ser capturada com base nos resultados que conseguimos colher em nossa base de clientes. O risco de mudar vale a pena?

Os dados acima foram calculados com base nos seguintes dados:

1. nossos clientes perceberam, em média, que a quantidade de elegíveis que passaram a atingir seus objetivos após a adoção da solução aumentou em 26%

2. nossos clientes também perceberam que, em média, o cumprimento médio de suas metas melhorou em 23% após a adoção da solução

Embora tenhamos usado esses dados somente sobre times de vendas, é possível estender o modelo para quaisquer perfis analisados e seguramente chegaremos a conclusão que os retornos sobre o investimento realizado na adoção das metodologias de Gestão por Performance e OKR são enormes e justificam eventuais barreiras e riscos associados a sua implantação.

Por último, mais do que isso, pense no custo de oportunidade em não fazer nada… E aí, vai mesmo assumir o risco de ficar parado?

Share on linkedin
Share on google
Share on facebook
Share on twitter

Outros artigos que podem te interessar

Você sabe o que faz um analista de remuneração e benefícios?

Você sabe o que faz um analista de remuneração e benefícios?

Você sabe o que faz um analista de remuneração e benefícios? Ter um analista de remuneração e benefícios dentro da empresa se tornou essencial para a saúde delas, pois são eles que analisam os indicadores, a performance e o quanto e o porquê determinado valor está sendo pago a algum colaborador. Com isso,  ajudam a

Como definir os modelos de remuneração variável dentro das empresas?

Há algum tempo atrás os salários fixos eram o ponto de maior atenção e o principal motivador para os profissionais, porém, com o passar do tempo esta preferência acabou diminuindo e os modelos de remuneração variável acabaram ganhando um espaço maior dentro das empresas.  Esta modalidade de remuneração se tornou um recurso importante para a

A remuneração variável e o direito do trabalho.

A remuneração variável e o direito do trabalho.

Muitas empresas já aderiram e muitas outras estão aderindo e implementando um  sistema de remuneração variável, mas nem todas as empresas estão cientes da relação da remuneração variável e o direito do trabalho.  Por isso neste artigo selecionamos para você os principais pontos da legislação trabalhista quando se trata de remuneração variável.  No passado, a

Gostou? Inscreva-se para receber mais conteúdos como esses gratuitamente