A importância e a diferença entre remuneração incentivos e benefícios.

A importância e a diferença entre remuneração incentivos e benefícios.

Existe uma diferença entre  remuneração, incentivos e benefícios, e cada uma delas tem a sua importância e influência dentro das organizações.

Quando aplicamos uma destas formas de gratificação e reconhecimento para os funcionários acabamos gerando uma certa competitividade dentro da empresa, pois os funcionários ficam focados em atingir os resultados e serem reconhecidos. Por isso, lembre-se de avaliar qual modelo de campanha vale mais a pena e funcionará melhor dentro da sua empresa. 

Um ponto importante é que cada modelo seja ele de remuneração, incentivo ou campanha tem seu efeito e importância, por isso, veremos a seguir a diferença entre cada um e sua devida importância. 

Qual é a diferença entre remuneração, incentivos e benefícios?

Remuneração: É  todo o processo que envolve as formas de pagamento. Dentro de remuneração podemos dividir em dois setores,são eles:

 remuneração fixa e remuneração variável. 

Incentivo: Já os incentivos entram somente na categoria de variável e não necessariamente precisam ser em dinheiro. Como o próprio nome já diz, o incentivo pode ser toda e qualquer forma de incentivar a equipe. Geralmente estão atrelados a uma meta ou campanha. 

Benefícios: O benefício já é um pouco mais diferente da remuneração variável e também do incentivo, pois não precisa estar atrelado a um objetivo específico. Geralmente os benefícios são constantes, ou seja,  uma vez oferecido não é tirado, por exemplo, um vale cultura. Porém, você pode oferecer benefícios por determinado período, de acordo com cada setor ou até mesmo objetivo de determinada equipe.  

Agora que sabemos a diferença entre remuneração, incentivos e benefícios, podemos falar da sua importância e qual efeito cada um pode causar de acordo com o objetivo da empresa. 

 Qual é a importância de cada um?

Dentro de uma empresa, cada um destes elementos causam um efeito muito positivo quando bem aplicado. Antes de aplicar algum desses programas dentro da sua empresa analise bem qual será o impacto.

A importância da remuneração: Como já falamos anteriormente, a remuneração se encaixa em duas categorias, são elas: fixa e variável. Porém, aqui vamos focar na variável, pois é com a remuneração variável que conseguimos incentivar e estabelecer metas. A remuneração variável dentro das empresas quando bem aplicada traz efeitos positivos, como por exemplo, o engajamento da equipe para o atingimento das metas, já que na maioria das vezes a remuneração variável está atrelada a uma meta. 

Outro ponto importante sobre a remuneração variável é que ajuda na diminuição do turnover, muitos funcionários quando não estão motivados e satisfeitos acabam buscando trabalhos no qual oferecem benefícios como a remuneração variável. 

A importância do incentivo: Os incentivos são  uma forma muito comum das empresas engajarem seus funcionários, e é uma boa solução se a empresa não oferecer algum benefício em dinheiro para o funcionário.  

Uma das formas de aplicar campanhas de incentivo dentro das empresas é promovendo o funcionário do mês ou até mesmo fazendo alguma campanha oferecendo,por exemplo, um voucher ou prêmio para o funcionário que atingir os melhores resultados. 

A importância dos benefícios: Os benefícios como falamos anteriormente não necessariamente precisa estar atrelado a alguma meta ou objetivo, mas os benefícios são uma forma muito positiva de atrair e reter bons profissionais. 

Uma empresa que oferece um bom programa de benefícios possui uma taxa de turnover menor do que a média, já que os funcionários se sentem valorizados, por isso elabore muito bem um programa de benefícios que a sua empresa  se torne desejada para trabalhar. 

Agora que você já sabe a importância e a diferença entre remuneração, incentivos e benefícios, analise muito bem qual destes programas se encaixa melhor em sua empresa e qual trará mais benefícios a sua empresa e aos seus funcionários. 

Share on linkedin
Share on google
Share on facebook
Share on twitter

Outros artigos que podem te interessar

Você sabe o que faz um analista de remuneração e benefícios?

Você sabe o que faz um analista de remuneração e benefícios?

Você sabe o que faz um analista de remuneração e benefícios? Ter um analista de remuneração e benefícios dentro da empresa se tornou essencial para a saúde delas, pois são eles que analisam os indicadores, a performance e o quanto e o porquê determinado valor está sendo pago a algum colaborador. Com isso,  ajudam a

Como definir os modelos de remuneração variável dentro das empresas?

Há algum tempo atrás os salários fixos eram o ponto de maior atenção e o principal motivador para os profissionais, porém, com o passar do tempo esta preferência acabou diminuindo e os modelos de remuneração variável acabaram ganhando um espaço maior dentro das empresas.  Esta modalidade de remuneração se tornou um recurso importante para a

A remuneração variável e o direito do trabalho.

A remuneração variável e o direito do trabalho.

Muitas empresas já aderiram e muitas outras estão aderindo e implementando um  sistema de remuneração variável, mas nem todas as empresas estão cientes da relação da remuneração variável e o direito do trabalho.  Por isso neste artigo selecionamos para você os principais pontos da legislação trabalhista quando se trata de remuneração variável.  No passado, a

Gostou? Inscreva-se para receber mais conteúdos como esses gratuitamente