Não basta ter metas, tem que monitorar

January 22, 2014

Em um dos grupos do qual participamos no LinkedIn, foi publicado um texto que trazia 3 pontos fundamentais no processo de gestão de metas:

  • Definir metas "agressivas", porém realistas;

  • Levantar (e analisar) os dados;

  • Monitorar a performance.

E, por mais óbvios que pareçam, muitas organizações enfrentam dificuldades no momento da execução destes pontos, seja por falta de uma verdadeira cultura de resultados ou mesmo por barreiras tecnológicas resultantes da complexidade (ou desconexão) de suas ferramentas/ sistemas atuais.

E o que temos visto com mais recorrência é a "negligência" no acompanhamento do desempenho. Nem é preciso dizer o quanto isto enfraquece qualquer decisão tática que seja necessária ser tomada ao longo do período (e não só depois do "fechamento"). Ou seja, não se consegue acompanhar a performance dos indicadores-chave...

  • …como posso estabelecer (para mim ou minha equipe) um plano de ação eficiente?

  • …como posso dar feedback para minha equipe?

  • ...como posso criar um plano de incentivo eficaz?

Diante disto, fica a reflexão de que o acompanhamento de resultados, traduzidos em performance de forma simples e objetiva, é tão importante quanto a definição da meta em si.

 

Leia o post completo (em inglês) publicado originalmente por Matt Tyre que inspirou este breve post aqui no blog da AchieveMore.

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes

August 21, 2015

Please reload

Arquivo